Mastodon

“Fomos campeões nas principais categorias”, avalia chefe da CRG

Com cinco títulos nos Grupos 1 e 2, fabricante de chassi espera reverter punição de Enzo Nienkotter para aumentar a estatística

Rafael Croce Brasileiro de Kart - Bruno Gorski
Rafael Croce conquistou o título da Graduado, categoria com maior grid da competição (Foto: Bruno Gorski)

Cinco títulos, cinco vices, cinco pole positions, uma dobradinha e 24 vitórias entre provas classificatórias, pré-finais e finais dos dois grupos do 58º Campeonato Brasileiro de Kart. Assim a fabricante de chassis CRG encerrou sua participação no certame, que teve sua primeira fase realizada em outubro no Rio Grande do Sul e a segunda finalizada no último sábado (18), em Minas Gerais.

Os maiores números foram conquistados no Grupo 2, no Kartódromo RBC Racing, em Vespasiano (MG). Nesta fase, foram quatro títulos, quatro vices, a dobradinha e o domínio do pódio da Graduados.

“Fizemos um ótimo Campeonato Brasileiro, com resultados extremamente expressivos”, avalia Eduardo Dieter, que comanda a CRG Brasil. “Fomos campeões brasileiros nas principais categorias e ainda temos a possibilidade de conquistar mais um título, uma vez que entramos com um recurso no STJD/CBA contra a punição imposta ao Enzo Nienkotter, que venceu na pista e foi o campeão na Júnior”, aponta Eduardo Dieter, que comanda a CRG.

Na Graduados, a CRG marcou a pole position e venceu as três primeiras corridas com Olin Galli, autor da volta mais rápida em todas elas. Na final, Rafael Croce fez a melhor volta e venceu, levando a CRG ao alto do pódio, que teve também Olin Galli em 2º e Allan Croce em 3º.

Pela Sênior Pro, a fabricante marcou a melhor volta em três provas e venceu a final com Júlio Conte, mais um campeão brasileiro com a fabricante italiana. Jonathan Louis foi o vice-campeão, com Erick Lutum também no pódio, em quarto.

Alessandro Xavier, vencedor de três provas – inclusive a final – também levou a CRG ao alto do pódio ao conquistar o título brasileiro na Super Sênior. Além disso, Luiz Keiji se sagrou campeão brasileiro invicto com um chassi CRG ao vencer as quatro provas que disputou na Sênior AM.

Por fim, a CRG se sagrou vice-campeã também na Novatos, com Arthur Bertoncello – categoria em que ocupou quatro dos cinco lugares do pódio –, na Júnior, com Fausto Filho, e na Super F4, com Olin Galli na primeira fase.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *