Mastodon

Casagrande vence na Argentina e amplia liderança

O piloto da A. Mattheis Vogel venceu a Corrida 1 e saiu de Buenos Aires com 248 pontos, 21 a mais que o vice-líder, Rubens Barrichello.

Gabriel Casagrande na Argentina - Duda Bairros
Piloto da A. Mattheis Vogel tem 248 pontos após 9 etapas (Foto: Duda Bairros)

Gabriel Casagrande não tomou conhecimento do “peso do sucesso” no Grand Prix Buenos Aires da Banco BRB Stock Car Pro Series. O piloto do Chevrolet Cruze Júpiter de número 83 da A. Mattheis Vogel, que carrega um lastro por ser líder da competição, venceu a Corrida 1 no Autódromo Oscar y Juan Galvez, na capital argentina e se viu mais líder que nunca.

Casagrande levou a sua terceira vitória no ano de maneira estratégica. Ultrapassou o Chevrolet Cruze 88 da Blau Motorsport, conduzido por Felipe Fraga, ainda durante os pitstops e permaneceu nesta posição até o fim.

“Foi uma surpresa ter vencido a primeira corrida, mas tirei proveito de erros dos meus adversários, e aí, com um bom carro e bom ritmo, conseguimos levar esse caneco de primeiro lugar”, comemorou Casagrande.

Já na Corrida 2, o topo do pódio ficou com o piloto da casa, Matías Rossi. O argentino levou o seu Toyota Corola YPF número 117 da Full Time Sportes, após sair em primeiro. Ele se valeu de todo o conhecimento no novo traçado do Autódromo Oscar y Juan Galvez para fazer a festa com os seus conterrâneos.

Matias Rossi na Argentina - Duda Bairros
Matías Rossi venceu sua terceira corrida na temporada (Foto: Duda Bairros)

O representante portenho não escondeu sua felicidade com a conquista. “A Full Time me deu um carro ótimo e pude vencer em meu país. É um dia incrível para a minha carreira. Agradeço muito à Toyota Gazoo Racing do Brasil e a todos por permitirem um dia como esse aqui.”

O homem da corrida

Apesar das vitórias, quem saiu de lá como maior pontuador foi Felipe Fraga. Devido aos seus 43 pontos obtidos nas duas corridas, o piloto saiu da Argentina com o troféu “Vivo Man of the Race”.

“Faltou pouco. O Gabriel está numa fase incrível, então parabéns para ele e para a equipe. Tentei [a vitória] até o final. Nosso pit-stop não foi muito bom e minha volta indo para os boxes também não foi muito boa.”

Para o piloto, isso faz parte do jogo. “De qualquer forma, muito feliz por sair daqui como o maior pontuador da etapa. Foi melhor do que esperado. Agora é focar nas próximas, e tem muita coisa por vir ainda nesse fim de temporada”, encerrou.

A Banco BRB Stock Car Pro Series retorna às pistas no dia 29 de outubro, no Autódromo do Velocittá, em Mogi Guaçu (SP).

Classificação após 9 etapas

1º – Gabriel Casagrande, 248 pontos
2º – Rubens Barrichello, 227
3º – Thiago Camilo, 216
4º – Rafael Suzuki, 207
5º – Ricardo Zonta, 205
6º – Felipe Fraga, 202
7º – Gianluca Petecof, 201
8º – Daniel Serra, 192
9º – Guilherme Salas, 184
10º – Cesar Ramos, 168
11º – Nelson Piquet Jr., 157
12º – Matías Rossi, 156
13º – Ricardo Maurício, 154
14º – Felipe Baptista, 146
15º – Felipe Massa, 120
16º – Lucas Foresti, 116
17º – Átila Abreu, 116
18º – Gaetano Di Mauro, 115
19º – Bruno Baptista, 105
20º – Dudu Barrichello, 104
21º – Cacá Bueno, 101
22º – Julio Campos, 96
23º – Allam Khodair, 96
24º – Marcos Gomes, 85
25º – Denis Navarro, 81
26º – Sergio Jimenez, 66
27º – Rodrigo Baptista, 55
28º – Enzo Elias, 46
29º – Lucas Kohl, 38
30º – Tony Kanaan, 25
31º – Arthur Leist, 9
32º – Rafael Martins, 6
33º – Antônio Junqueira, 4
34º – Raphael Teixeira, 4
35º – Diego Nunes, 2
*pontuação extraoficial

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *