Mastodon

Di Grassi retorna à ABT Cupra na Fórmula E

Na mesma semana em que Lucas Di Grassi sacramentou sua saída da Mahindra Racing – equipe que defendeu na temporada deste ano -, o campeão da Fórmula E de 2017 anunciou o seu retorno à ABT Cupra.

A “volta às origens” não se deu por acaso. O brasileiro e a equipe alemã têm uma grande parceria na categoria dos monopostos elétricos. Muito além do título de pilotos, piloto e montadora conquistaram dois vices-campeonatos e dois terceiros colocados no certame, além de 11 vitórias.

Já a ABT, na época com o trem de força da Audi, venceu o campeonato de equipes em 2018.

Dois anos de hiato

Mesmo com essa parceria de sucesso, Di Grassi teve de trocar de equipe após a sétima temporada da Fórmula E. Isso porque a ABT se retirou do campeonato após a saída da Audi. Com isso, o brasileiro teve uma temporada na então Venturi (hoje Maserati) e uma na já citada Mahindra Racing.

É ótimo estar de volta à ABT. Não só ganhei dois títulos com esta equipe, de pilotos e de equipes, mas também guardo muitas boas lembranças de todas as pessoas que trabalham lá com tanta paixão”, disse o brasileiro, que terá o suíço Nico Müller como seu companheiro.

“Eu não poderia estar mais animado para voltar depois de dois anos e estou realmente ansioso para trabalharmos juntos novamente. Daremos tudo para recuperar, passo a passo, os resultados que todos na equipe merecem”, concluiu.

Entretanto, Di Grassi não ficará longe da montadora indiana, já que o trem de força da ABT Cupra é fornecido pela Mahindra. Uma mudança só deve ocorrer a partir da temporada de 2025 – e, espera-se que o piloto permaneça na equipe alemã até lá.

A temporada 2024 da Fórmula E começa no dia 13 de janeiro, no ePrix da Cidade do México (México) e se encerra em 21 de julho, no ePrix de Londres (Inglaterra)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *