Mastodon

A importância da família no kart rental

Dois mil e oito foi o ano que evidenciou a importância da família durante as competições esportivas. Naquele 2 de novembro, um domingo de muito sol em São Paulo, comemoramos com Felipe Massa, seus familiares amigos a conquista do tão esperado título Mundial de Pilotos de Fórmula 1.

Durou apenas 30 segundos. Porque, logo depois, Lewis Hamilton ultrapassou Timo Glock na Junção e deu aquele banho de água fria em todos nós. Para nós, brasileiros, o gosto amargo da frustração. Para os ingleses, era dia de lotar os pubs do país para celebrar.

Pulemos para Abu Dhabi em 2021. Deixando de lado qualquer polêmica, foi a vez do bretão sentir o que sentimos 13 anos, um mês e dez dias antes. Também na última volta, Max Verstappen superou Hamilton e entrou para os anais da Fórmula 1.

Em ambos os casos, chamou a atenção o carinho de Anthony Hamilton para com o filho. Seja para comemorar, seja para consolar.

Os Hamilton mostram a importância da família no esporte a motor
Anthony e Lewis Hamilton: para todos os momentos

Porém, não é sobre a Fórmula 1 que escrevo neste texto. É sobre como ter quem gosta da gente ao nosso lado em todos os momentos nos fazem seguir em frente. Independente dos nossos resultados.

E foi isso que vi neste dia 11 de junho, durante a cobertura do Gaúcho de Kart Indoor – Pista Coberta 2023.

Os D’Azevedo

Théo contou com o apoio do pai (à esquerda) e de toda a família e amigos que estavam na arquivancada (Foto: Rodrigo Dias/Push to Cast)

Theodoro Junqueira D’Azevedo é um porto-alegrense de apenas 12 anos. Atingiu seu 1,50 metro de altura em fevereiro, o que o permitiu participar de corridas avulsas aqui e ali, apenas para se divertir.

As corridas de kart rental ficaram mais séria ao se inscrever no GKI. “É o primeiro campeonato dele”, contou orgulhoso o pai Jorge. Questionado se estava apreensivo, já que o filho era um dos mais novos na competição, foi direto ao ponto. “Não. Ele sabe que está aqui para se divertir”.

“Théo”, como é carinhosamente chamado pela família, parecia confortável com a situação. Vestiu seu macacão vermelho como se fosse um piloto experiente, sentou em um dos karts para saber onde deveria posicionar o banco e textou o volante.

Jorge sempre junto. Mas, não era apenas ele.

A importância da família D’Azevedo para Théo

Como todo piloto iniciante, foi difícil manter a consistência. Afinal, vale lembrar, era seu primeiro campeonato. E, com apenas 12 anos, não é fácil esconder a frustração quando algo dá errado.

É porque, na segunda bateria da categoria Master, o kart de Théo teve problemas. Ao receber a quadriculada, parecia não ouvir o apoio e os incentivos que vieram da arquibancada. Mas, este que vos escreve, ouviu. E, claro, se emocionou.

Isso porque ali estavam, além do pai, a mãe Lúcia, os tios Adriana e Wilson, a avó Cora e o amigo Tiago. “A gente está aqui para incentivar e mostrar que o importante é competir”, ressaltou a orgulhosa mãe. “O kart dele travou e lógico que ele ficou chateado, mas não pode perder o foco e também não pode desistir”.

Com certeza, desistir não fazia parte dos planos de Théo. Após receber o consolo da família, respirou fundo e foi para a terceira e última prova do dia. Terminou em 13º, mas com a certeza de que sempre vai ter aquele empurrão de seus familiares.

Leia mais notícias sobre kart rental

A pilota e seu marido

Felipe e Taís Enzweiler: apoio dentro e fora das pistas (Foto: Rodrigo Dias/Push to Cast)

Em um esporte com predominância masculina, claro que chama a atenção quando quem está nas pistas é uma mulher e, nas arquibancadas, o marido. Esta é a história da ivotiense Taís Enzweiler, a única inscrita no GKI, e que participou da categoria Graduados.

O lado dela, um tímido Felipe Schardong Enzweiler, de Ivoti. Além da timidez, o nervosismo. “Não tem como não ficar, né?”, respondeu com aquele sorriso que todos nós damos.

E não é por menos. São oito anos de casados, e com uma esposa que tirou a carteira de piloto cerca de três meses atrás. “Já venho acompanhando ela desde o início, lá no Velopark. E ontem (10 de junho) a gente estava no Track Day em Tarumã”.

Ao se inscrever para o GKI, Taís quis aproveitar para aprimorar as técnicas de pilotagem. Uma dica, aliás, trazida por outros pilotos.

“Ele é parceiro e isso faz a diferença”

Segundo o Blog da Chiquérrima, um casamento de oito anos completa as “Bodas de Papoula” ou “Bodas de Barro”. Apesar deles estarem há dois anos casados, somei os seis anos de relacionamento para essa simbologia.

Por que? Porque a papoula, significa o sonho e os bons momentos da vida. Por sua vez, o barro traz a questão da maleabilidade e da conservação dos bons momentos.

Tudo isso representa a relação de Taís e de Felipe. Afinal, ela tem o sonho de ser pilota de carros. E ele está ali, no apoio. Quem diz isso não é apenas a minha observação, mas a própria Taís.

“Quando ele está junto, a força é muito maior”, disse. “Ele é parceiro, e isso faz toda a diferença”.

E, com certeza, fez. Pois Taís ajustou o seu também macacão vermelho, entrou em um kart e partiu para a última corrida do dia. Encerrou a competição na nona posição, mas com uma grande certeza: a de que sempre contará com o apoio do marido.

Família ê, família ah, FAMÍLIA!

Escrever este texto trouxe boas lembras para mim. Em todos os momentos da minha vida, minha família esteve presente. Desde a primeira corrida de kart rental até à formatura na faculdade.

Isso mostra como temos de celebrar a importância da família, independente se for de sangue ou não. Porque, até mesmo as “emprestadas” podem nos mostrar os caminhos necessários para alcançarmos nossos sonhos.

Sejam eles dentro ou fora das pistas.


Agora que você leu este conteúdo até o fim, deixa a gente te perguntar: você gostou?

Se a resposta foi “SIM”, é porque você viu a importância do nosso trabalho para a divulgação do kart rental regional e nacional. E aqui, vale uma informação de extrema importância: o Push to Cast é o único espaço dedicado à modalidade. Fazemos um trabalho único, independente e comprometido com os valores do jornalismo.

Para que ele continue, precisamos muito do seu apoio. Por isso, convidamos a acessar a nossa plataforma de financiamento coletivo e se tornar nosso assinante. Sua assinatura fortalecerá ainda mais o nosso trabalho – e, claro, o kart rental brasileiro.

6 comentários sobre “A importância da família no kart rental

  1. Parabéns pela sensibilidade do olhar que inspirou o texto.
    Histórias que encantam e reafirmam a importância de nossos afetos acompanhando nossa trajetória.
    A de Theo emocionou em particular por afortunadamente ser da minha família esse garoto cheio de vida.
    Na próxima, pretendo estar lá!

  2. Ótima matéria! Minha namorada Sandra me acompanha nos eventos e em seus preparativos. Ela me apoia muito! A presença de um parceiro/família é de vital importância para desempenharmos da melhor forma possível dentro das pistas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *