Mastodon

Velopark abre três campeonatos de kart rental

O fim de semana foi especial para pilotos e entusiastas do kart rental gaúcho. Entre os dias 18 e 19, três grupos abriram suas respectivas temporadas. Além disso, todas escolheram o mesmo palco para isso: o Kartódromo do Velopark, em Nova Santa Rita.

Quem abriu os trabalhos foi o pessoal do Kart in Senna, no início da tarde de sábado. Já no domingo, a responsabilidade ficou a cargo do BahKart Racing, seguido pelo grupo CKA Kart Championship.

Agora, uma coisa precisa ficar clara. Apesar de terem propostas diferentes, os três certames tiveram algo muito em comum neste fim de semana: todos enfrentaram calor acima de 30 graus, com sensação térmica superando os 40 graus com facilidade no Velopark.

Ou seja, se não estava fácil para quem foi acompanhar, imagina para quem estava lá para pilotar?

Leia também
Kart Rental: O que é e como competir

Primeira de seis etapas do Kart in Senna

Neste texto, adiantamos como seria o 2023 do Kart in Senna. O grupo terá duas Copas e uma temporada, composta por seis etapas. E foi esta última quem deu a “arranque inicial”.

Mesmo com a previsão de inscritos abaixo das expectativas, o que se viu no traçado VP 1000 do Velopark foram muitas disputas, tanto na categoria Graduados quanto na Super Graduados.

Entretanto, o principal desafio estava em aguentar o calor. Após a rodada dupla de cada prova, alguns pilotos assumiram que tiveram a vontade de desistir. Mas, como a adrenalina era alta, persistiram e foram até o fim.

Resultados

Graduados

Bateria 1

1º) Anderson Hoffmeister
2º) Wellington Caldeira
3º) Fábio Lammel
4º) Juvenil Neto
5º) Luciano Gomes

Bateria 2

1º) Wellington Caldeira
2º) Mateus Schreck
3º) Luciano Gomes
4º) Vinicius Fonseca
5º) Anderson Hoffmeister

Super Graduados

Bateria 1

1º) Luciano Gomes
2º) João Perin
3º) Frederico Rebeschini
4º) Rômulo Magalhães
5º) Marcelo Pereira

Bateria 2

1º) Marcelo Pereira
2º) Luciano Gomes
3º) Frederico Rebeschini
4º) João Gonzales
5º) Pedro Liborio

BahKart Racing e sua temporada com dez etapas

Eram 10h de domingo quando os pilotos inscritos no BahKart Racing foram à pista do VP 1000 do Velopark, para a primeira etapa da temporada 2023 do grupo. Ao contrário de boa parte dos certames, os organizadores dessa competição optaram por fazer apenas um campeonato.

BahKart também competiu no Velopark
BahKart Racing contou com grid cheio na abertura (Foto: Divulgação)

Isso quer dizer que, no lugar de torneios curtos, a BahKart Racing fará um longo. Dessa forma, fica fácil de entender como os pilotos se dedicaram na prova inaugural. Independentemente do calor, a briga pela liderança foi intensa. Por isso que houve, pelo menos, cinco trocas de primeiro lugar até a bandeirada final.

Conforme os organizadores, as disputas foram limpas, sem incidentes relevantes. Além disso, a harmonia parece ter prevalecido. “Já há um interesse de novos participantes para compor a equipe de Endurance também”, destacou Gustavo Coelho.

Resultados

1º) José Felipe Braga
2º) Lucas Cé
3º) Gustavo Coelho
4º) Rafael Castro
5º) Flávio Martins

Quatro categorias em um torneio do CKA

Muitos dos pilotos que participaram do Kart in Senna no sábado voltaram para o Velopark no domingo. Mas, engana-se quem acredita que foram para lá para ver os amigos na pista. Na verdade, o que eles queriam, mesmo era fazer parte do grupo.

Afinal, motivo não faltava. O grupo CKA Kart realizou o Xtreme 4 – a quarta edição do evento – reunindo um total de 119 inscritos, distribuídos nas quatro categorias: Acesso (90kg); Graduado (95kg); Master (105kg); e Sprinter (85kg).

Porém, uma das diferenças em relação às outras competições foi o traçado. Cada categoria teve duas baterias, sendo a primeira disputada na VP 1500 e a segunda na VP 1000. Tudo para que as “manhas” de uma pista não fosse usada na outra.

Resultados

Etapa 1 – VP 1500

Acesso 90kg

1º) Davi Kuhn
2º) Brayann Luiz
3º) Ulisses Righi
4º) Gabriel Schrek
5º) Toquinho Montano

Graduado 95kg

1º) Gonzalo Gaibor
2º) Wellington Caldeira
3º) Julian Rauen
4º) Roger Stein
5º) Gabriel Parisotto

Master 105kg

1º) João Perin
2º) Fabio Margoni
3º) Diego Schmitt
4º) Frederico Rebeschini
5º) Ezequiel Piber

Sprinter 85kg

1º) Mateus Schreck
2º) Rafa Brufatto
3º) Wellington Caldeira
4º) Leandro Andrade
5º) Laerton Souza

Etapa 2 – VP 1000

Acesso 90kg

1º) Sandro Veber
2º) Jonathan Collares
3º) Enzo Biffi
4º) Gabriel Righi
5º) Içosses Rogjo

Graduado 95kg

1º) Bruno Moraes
2º) Yuri Moderno
3º) Julian Rauen
4º) Roger Stein
5º) Gabriel Parisotto

Master 105kg

1º) Frederico Rebeschini
2º) Fábio Margoni
3º) Diego Schmitt
4º) Milton Silva
5º) Eduardo Carvalho

Sprinter 85kg

1º) Mateus Schreck
2º) Laerton Souza
3º) Rafa Brufatto
4º) Armando Abreu
5º) Germano Peruzzo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *